sexta-feira, 20 de junho de 2008

Corpo em movimento ...

Já se passou a época em que era contraditório que uma mulher “honesta” ter orgasmo, nós mulheres devemos nos conhecer, exercitar nosso corpo, aumentando assim nosso prazer e enlouquecendo nosso parceiro.

Qualquer mulher “frígida” é uma "atleta sexual" que se desconhece, geralmente sufocada pela moral, que é tão repressiva quanto hipócrita. Mulher alguma é verdadeiramente frígida e todas podem ser sexualmente ativas e ter orgasmo sem problemas.

A natureza criou a mulher para o amor e o erotismo, nossa espécie é destinada ao sexo com prazer, pois falamos dele, rimos dele, fazemos amor com freqüência, tudo porque a mulher pode ser sempre excitada, fazer amor todos os dias, mesmo quando está grávida...

Quando a mulher está excitada, o sangue flui para os órgãos genitais, então os feixes nervosos se abrem, os músculos que envolvem o clitóris e a entrada da vagina intumescem sob o afluxo de sangue quente, o volume dos tecidos que cercam a entrada da vagina triplica, o dos lábios da vulva dobra e todos os músculos da região genital se enchem de sangue...

A partir do momento que a mulher controla essa musculatura, ela consegue aumentar ainda mais o seu prazer, pelo fato de aumentar sua percepção e seu corpo começa a responder a seus comandos naturalmente, como um piscar de olhos, ela consegue mover a vagina de forma sensual e contínua, prolongando o orgasmo, para então, a vagina submersa em fluídos, a pressão que se torna muito grande, a parede do útero que palpita, seguida dos músculos do canal da vagina e do clitóris...

A cada meio segundo, uma contração que leva sangue da região pélvica para o resto do corpo, que se espalham como grandes ondas por todo corpo e neste momento ser toda sensação, toda sensibilidade, experimentar de um maravilhoso sentimento de plenitude, isso é orgasmo.

Com a prática das técnicas de pompoarismo, que são exercícios simples, você descobrirá isso e muito mais e perceberá que é só uma questão de treino.

Bjocas da Lu(^_^)!!